8 etapas para definir uma estratégia de comunicação eficaz

24 Mai, 2020 | Dicas e boas práticas

Definir uma estratégia de comunicação é o primeiro passo na criação de qualquer marca.

A estratégia de comunicação define a forma como pretende apresentar-se ao mercado e atingir novos clientes. A comunicação é determinante para a imagem de uma marca, serviço ou produto no mercado local ou global. Só desta forma poderá definir uma marca coerente para o seu negócio.

É fundamental que a estratégia de comunicação que definir seja coerente e adequada à realidade de cada empresa, de forma a ser eficaz. Todas as decisões devem ser integradas de acordo com os objectivos que pretende atingir

1. Análise e auditoria

Analise de forma detalhada todas as variáveis associadas à comunicação do seu negócio, sejam elas de natureza interna ou externa, como sejam:

a) Estrutura e personalidade da empresa: toda a história existente, assim como a sua missão, visão para o futuro e valores, etc.

b) O mercado onde se enquadra: a dimensão do mercado e a sua posição actual, assim como a dinâmica e evolução desse mercado. Como vê o seu mercado daqui a 2, 5 e 10 anos.

c) Concorrência: conheça a sua concorrência e as acções de comunicação que realizam.

d) Clientes: quem são os seus actuais clientes, que motivação leva estes clientes a comprar à sua empresa, quais são os hábitos de consumo e comportamento destes clientes.

d) Produto/Serviço: defina o seu produto ou serviço, e quais as mais valias do seu em relação com a concorrência. Qual a sua vantagem em termos de oferta de valor, ou diferenciação, seja em termos funcionais, preço ou outras variáveis.

e) Distribuição: como é que chega ao seu consumidor.

f) Vendas: como avalia as suas vendas ao longo do tempo, qual a sua previsão e a sua expectativa de crescimento ou manutenção.

g) Publicidade e Relações Públicas: que comunicação já efectua e quais os resultados que obteve. Qual o nível de eficácia das campanhas ou acções já desenvolvidas.

2. Público Alvo

Quando definir uma estratégia de comunicação, terá sempre de saber a quem se vai dirigir. Para atingir o seu público alvo, e se pretende crescer o seu leque de clientes, precisa conhecer o perfil do seu público o melhor possível de forma a poder criar uma comunicação que “fale com eles” e com que eles se identifiquem.

Procure definir uma persona. Conheça o seu cliente e trace perfis de utilizadores que estarão inclinados a comprar o seu produto. Descubra por onde anda o seu público alvo, que canais de comunicação consomem, que hábitos têm, do que gostam, do que não gostam, que influencia as suas decisões.

Igualmente importante é definir a dimensão do seu alvo, e qual a meta que pretende atingir.

3. Definir um orçamento

Avalie os seus recursos a médio e longo prazo para poder determinar quanto vale o seu investimento.

A comunicação das empresas deve ser encarada não como um custo mas como um investimento, e como tal deverá ter noção do valor que pode atribuir a este investimento e quanto espera ter de retorno do mesmo. E por isso é indispensável ter formas de monitorizar e medir os resultados do seu investimento, por cada acção de comunicação que realizar. Podem ser resultados mais imediatos ou a médio prazo.

Lembre-se que a fidelização de clientes é também um retorno de investimento.

4. Definir os objectivos da estratégia de comunicação

Os objetivos de cada acção de comunicação podem ser mais gerais e a nível da estratégia geral da empresa. Outros objectivos são mais pontuais e localizados no tempo e espaço, sendo direccionados para determinadas épocas, eventos, com objetivos muito concretos.

Como objetivos mais gerais poderá querer aumentar a notoriedade e reconhecimento da sua marca, conquistar e fidelizar clientes.

A nível mais pontual poderá precisar de escoar stock de produtos descontinuados ou participar num evento em concreto.

Definir objectivos da estratégia de comunicação

5. Definir os meios de comunicação

Com base nos seus objectivos deverá procurar os meios de comunicação que terão maior sucesso em atingir o seu alvo e cumprir a sua função.

Escolha as ferramentos e os canais mais indicados mediante o seu orçamento e que terão uma maior eficácia.

Damos alguns exemplos:

a) Redes sociais;

b) Marketing directo: utilizada em particular para estimular a acção imediata do utilizador. Permite um investimento de baixo custo.

c) Email marketing: Permite manter proximidade com os clientes, criar oferas direccionadas para determinados grupos, mensagens comemorativas, desde que tenha a autorização dos utilizadores para o fazer.

d) Publicidade na Televisão, imprensa ou rádio: os suportes mais clássicos permitem obter maior notoriedade, mas são muitas vezes os mais dispendiosos.

e) Publicidade online: promoções online que estimulam a compra.

f) Publicidade Indoor: toda a comunicação em espaços fechados como centros comerciais, supermercados, metro, etc. O Indoor permite uma melhor segmentação do seu alvo.

g) Outdoors: a segmentação é menos possível, embora permita atingir o público em determinada zona.

h) Patrocínios: tem efeitos a médio e longo prazo. Possibilita ganhar prestígio e associar-se a causa ou eventos que tenham a ver com o seu negócio e os quais têm interesse relacionado com o seu produto e os seus clientes.

i) Merchandising:são um estímulo à experimentação que pode levar à compra.

6. Elaborar uma estratégia criativa

Esta etapa é geralmente realizada em parceria com uma agência ou estúdio de comunicação, como a MAGAWORKS. Embora todas as etapas anteriores também possam ser realizadas desde o início com uma agência ou estúdio de comunicação.

Nessa parceria deverá definir bem os seus objectivos, a mensagem que pretende transmitir e os meios que pensa utilizar. Deve também transmitir o seu orçamento para se avaliar a capacidade do mesmo em atingir os seus fins.

Essa estratégia criativa pode passar pela utilização de “influenciadores” do seu público alvo nas suas campanhas. Mas existem muitas estratégias que se podem utilizar. Tudo depende do seu orçamento e dos seus objectivos a curto, médio e longo prazo.

7. Implementação da estratégia de comunicação

A implementação das acções definidas deve seguir um plano, que permita avaliação e controle de metas, e deverá ser ajustado sempre que necessário.

Avalie a concretização das acções que definiu ao longo do seu desenvolvimento. Teste sempre as várias acções de forma a que lhe ofereçam uma maior garantia de o conduzir aos objectivos que definiu.

Para tal o apoio e acompanhamento de uma empresa que seja direccionada para este tipo de acções é essencial. Aqui é fundamental ser acompanhado por uma empresa que lhe dê todo o apoio e consultoria de comunicação, de forma a poder continuar concentrado no seu negócio, com a garantia de que a estratégia está a ser medida de forma a saber se é eficaz, ou se terá de ser alterada para que o seu investimento não seja perdido.

8. Avaliação de resultados e adaptação da estratégia de comunicação

Lembre-se que todo o investimento tem de ter um retorno e por isso, como já referimos, deverá ter a possibilidade de medir os seus resultados de forma a acompanhar o sucesso e eficácia da sua estratégia e poder adaptá-la ao longo do tempo.

Com as constantes alterações no mercado actual, é fundamental que a sua estratégia permita alterações ou adaptações à realidade de cada momento.

Se não tem meios de conseguir efectuar estas medições é porque num dos pontos anteriores não definiu bem a sua estratégia. Os objectivos deverão estar bem definidos para conseguir efectuar esta avaliação.

Conclusão

Para definir uma estratégia de comunicação terá de ter um caminho bem definido:

  • Conheça bem a sua capacidade de investimento e quanto tempo e dinheiro lhe vai custar atingir os objectivos a que se propôs.
  • Defina objectivos reais dentro das suas capacidades e do seu mercado. Se sabe para onde quer caminhar deverá garantir que tem a capacidade para seguir esse caminho.
  • Seja realista de acordo com o seu mercado e público alvo. Apenas deverá definir objectivos que sabe que é capaz de atingir.
  • Os seus objectivos devem ser muito concretos e ter timmings definidos o melhor possível para não derrapar no seu orçamento.
  • Efectue uma avaliação em todas as acções que se propõe a fazer de forma a garantir que está no bom caminho. Se não tem capacidade de avaliar por si o melhor é contratar um profissional ou poderá estar a deitar fora o seu investimento
  • Toda a estratégia de comunicação e criativa deverá ser orientada para os seu público alvo e com um bom conhecimento dos seus principais concorrentes e das acções que eles já desenvolveram.

Precisa de definir uma estratégia de comunicação?

Somos mais do que meros criativos. A MAGAWORKS reune profissionais de marketing, publicidade e design gráfico que o podem ajudar.

artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This